Fenae aguarda resposta da Caixa ao pedido de audiência com presidente do banco

Por Douglas Alexandre

A solicitação da Fenae tem o intuito de apresentar os resultados da pesquisa e buscar, junto à nova gestão, “mais sensibilidade e compromisso com aqueles que representam a força-motriz da Caixa”

Mais de 20 dias. Este é tempo que a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae) espera uma resposta do banco ao ofício enviado no dia 8 de julho. No documento, a Federação solicita uma audiência com a presidente do banco, Daniella Marques, para conversar sobre as denúncias de assédio moral e sexual no banco, praticados pelo ex-presidente, Pedro Guimarães.

“A Fenae não pode tolerar que horrores como os ocorridos durante a última gestão se repitam. A missão desta Federação é de preservar a saúde e a segurança dos trabalhadores e trabalhadoras, assim como a credibilidade dos 161 anos da história de sucesso da Caixa”, diz o texto.

O presidente da Fenae, Sergio Takemoto, lamenta a omissão do banco. “O silencio da Caixa ao nosso pedido de audiência demonstra a falta de interesse da presidente do banco em dialogar com a representação dos empregados. Infelizmente é um péssimo sinal do início dessa gestão”, observa.

A intenção do encontro é, ainda, apresentar a pesquisa encomendada pela Fenae sobre a saúde dos trabalhadores do banco. O levantamento aponta que seis em cada 10 empregados sofreram assédio moral no ambiente de trabalho. Os dados também revelaram um adoecimento mental dos trabalhadores – dos afastamentos por licença médica, 33% foram por depressão, 26% por ansiedade, 13% pela síndrome de burnout e 11% por síndrome do pânico.

Leia o ofício, na íntegra

Informações retiradas na íntegra do site da Fenae

Gostou do post? compartilhe com seus amigos:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta